Avaliação Interna

O processo de autoavaliação é fundamental em qualquer organização, já que é essencial conhecer as práticas desenvolvidas para percecionar pontos fortes e constrangimentos, oportunidades e ameaças.

A Lei n.º 31/2002, de 20 de dezembro, a “Lei do Sistema de Avaliação da Educação e do Ensino não Superior” define a estrutura da avaliação com base na autoavaliação e na avaliação externa (art.º 5º), determina o carácter obrigatório da autoavaliação (art.º 6º), com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços educativos prestados rumo à excelência.

A missão de avaliar terá de ser partilhada por todos os intervenientes escolares, pelo que o sucesso da avaliação das escolas pressupõe o envolvimento de todos os atores educativos (pessoal docente, pessoal não docente, alunos e encarregados de educação).

«A Avaliação Interna é o processo pelo qual uma escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar posteriormente os seus recursos e o seu desempenho»

                                                Vítor Alaíz